Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Janeiro 29, 2012

A escrita está morta?

Não sei se ando com o ego demasiado insuflado, se furou de vez, ou se simplesmente me estou a afundar em ilusões. Por vezes apetece-me arrumar o processador de texto para um canto onde o pó o faça desaparecer da minha vista, fechar o cérebro e acabar com este suplício das artes. Alguém aqui comentou o seguinte: "A escrita está morta... é só para alguns e o público recusa-se acreditar nos novos valores. Por vezes porgunto-me: para quê escrever? Ou melhor, para quê publicar?" - E rais me partam se não está carregadinho de razão!

Apresentação do "Governo Sombra" em Lisboa

"(...) Não foi este sistema que me tornou desempregado, fui eu. Porque, quando vamos procurar o que fazer, se fizermos essa busca dentro de nós próprios, acontece uma coisa absolutamente incrível. Acabamos por fazer aquilo de que gostamos. Porque fazer aquilo que nos desagrada, é o pior desemprego do mundo. (...)"
Excerto do texto que li na apresentação do "Governo Sombra" no sábado, dia 28 de Janeiro de 2012 na Livaria / Bar Les Enfants Terribles em Lisboa.



Por vezes chego a acreditar que nasci num tempo que não é o meu, que está fora de mim. Grito ideais que já se perderam e faço rouco alarido de sentimentos que já ninguém dá valor.
Casimiro Teixeira