Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Julho 24, 2011

Uma espécie de Erotismo.

Tu és quem me diz tudo,

e por tudo o que me dizes, adoro-te,

o tudo que em ti se pode adorar.

Adoro-te no sol da manhã,

no doce toque do teu despertar.

Adoro-te nos meus sonhos,

quando me deito de noite,

e me ponho a sonhar.

8º Campeonato Nacional de Escrita Criativa. - 1ª Jornada

Bem, por acaso até nem me saí nada mal. Na 1ª Jornada, do 8º Campeonato de Escrita Criativa, organizado mais uma vez pelo Pedro Chagas Freitas, o meu texto saiu por cima, e venceu. Vale o que vale, mas sinto-me contente por isso. O tema do primeiro desafio era o seguinte: Pense num produto sem o qual não poderia viver. Agora imagine que a marca anunciou que o vai tirar, em breve, do mercado. Escreva para a empresa a tentar demovê-los dessa decisão.              (máximo: 400 palavras)

Se estiverem interessados na leitura do texto em questão, poderão faze-lo no blog do escrita criativa, aqui!

Um Poema sem demora.

Pouco a pouco enxerto linhas neste esteio, Incerto da solitude que me comanda a mão, avanço num vagar pausado que não refreio, e deixo de entender o sentido da razão.

Breve consideração sobre a minha poesia.

Eu escrevo: "Bem sei queos meus poemasestão carregados de erros por vezes, e depois?Eu não vou parar de corrigi-los." Será quea poesia ésagrado?Ou talvez,consideradainsignificante?Ambas as formasde abordá-laestão errados,e o pior équeo neófito,livreda necessidade detrabalhar nosseus versos não encara essa realidade, escreve com asas, em vez de ter os pés bem assentes na terra.É gratificantee agradávelpoder afirmar de boca cheia,que o espíritoda Florbela Espanca desceu sobre mim na sexta-feira à01:57 da noite,ecomeçou a sussurrar-me segredosno meu ouvidomisterioso (o esquerdo).Fe-locom tanta veemênciaque quase nãotive tempo paraescrevê-los todos.Masem casa,de portas fechadas, corrijo-os com afinco.Riscando erevendo aquelestermos que parecem provir de outro mundo.Os espíritossão maravilhosos, masa poesiatem o seu ladoprosaico. Utilizar o verso livre, como se essa liberdade fora absoluta, é um engano. Um triste engano. A poesia é, foi e será sempre um jogo. E como qualquer crianç…