Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Fevereiro 2, 2014

Merda! Hoje faço anos outra vez.

Soube-se, já era tarde nesse dia de Fevereiro, sobre um homem que, receava ser pequeno demais para o corpo enorme que ocupava. Não lhe cabia nada naquela alma diminuta, de tão irrisória de incertezas. E então, esse mesmo homem, desalmado, diziam alguns, foi anotando com cuidado o que tinha de memória dentro do corpo, a ver se lhe crescia uma alma de jeito em solavancos de vida, aos olhos dos outros.  Foi, literalmente, construíndo uma alma com pedaços de outras almas para parecer grande e se sentir gente. Tão tolo que ele era. Ai, que tolinho por se encher de medo para tapar um vazio. Quis florir crisântemos num campo de lama inóspita. - E já se aperceberam de certeza do anagrama mal velado. Certos homens nascem para ser pequenos, alguns, são de facto, pequenos para sempre, pois o Universo precisa desse equilíbrio entre grandes e pequenos para existir. Este homem, sim, este homem, pegava no fogo que trazia no peito e desperdiçava-o em inutilidades, convencido que, seriam as inutilida…