Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Julho 24, 2016

A Sorte posta a Nu

Excerto de um dos contos do meu último livro: "Estórias de Amor para Desempregados
 - Se quiserem, se tiverem tempo, paciência, curiosidade, loucura sadia ou se forem simplesmente audazes por natureza, cliquem no link e descubram-no. Só se vende aqui, desculpem! Eu tento, mas não tenho estofo nenhum para o marketing, nenhum. Escrevo o que me apetece e não desisto disso. Ao menos uma parte da minha vida parece-me indestrutível. Espero que gostem. (bolas, isto soou tão desesperado!) Se não gostarem digam-me porquê. Preciso de contacto humano, sobretudo se for construtivo. Se gostarem, digam-me na mesma. Preciso também de qualquer tipo de provocação sorridente. -
(....) Começou com um grito inenarrável da Josefina. Um grito estridente de vitória que pareceu inoportuno, quase despropositado, embora totalmente justificado. E foi como se o céu rebentasse. Terá sido somente a constante falta de oportunidades que nos assolava a todos, que o fez destoar daquele silêncio pegajoso d…

A arte de saber queixar sem o fazer.

Poema escrito e dito por Herberto Helder

a última bilha de gás durou dois meses e três dias, com o gás dos últimos dias podia ter-me suicidado, mas eis que se foram os três dias e estou aqui e só tenho a dizer que não sei como arranjar dinheiro para outra
[bilha, se vendessem o gás a retalho comprava apenas o gás da morte, e mesmo assim tinha de comprá-lo fiado, não sei o que vai ser da minha vida, tão cara, Deus meu, que está a morte, porque já me não fiam nada onde comprava tudo, mesmo coisas rápidas, se eu fosse judeu e se com um pouco de jeito isto por aqui acabasse
[nazi, já seria mais fácil, como diria o outro: a minha vida longa por muito pouco, uma bilha de gás, a minha vida quotidiana e a eternidade que já ouvi dizer que a
[habita e move, não me queixo de nada no mundo senão do preço das bilhas de gás,  ou então de já mas não venderem fiado e a pagar um dia a conta toda por junto: corpo e alma e bilhas de gás na eternidade - e dizem-me que há tanto gás por esse mundo fora, pa…